O COMPORTAMENTO DO FALSO AMOR


Você dificilmente encontrará o amor se viver na expectativa de ser amado ou amada. As pessoas não estão aqui para satisfazer as suas expectativas. Elas estão aqui para satisfazer as próprias expectativas delas. Todo mundo fala de amor, mas no fundo, é muito difícil amar. É muito fácil dizer: “tenho amor pela humanidade”, difícil mesmo é amar um único ser humano. E por quê? Ora, quando você encontra com um ser humano, você começa a passar por um grande desafio, por uma grande mudança e, por mais que você o queira possuir, ele jamais será seu escravo de verdade – e o contrário também é verdadeiro! Daí as mentiras, a falsidade – o que fará dos dois uma mentira, uma grande mentira de um para com o outro.
Acredite! Ninguém está aqui para bancar o escravo; ninguém pode se conformar com a escravidão. O desejo essencial do ser humano é a liberdade, e essa é a sua busca, o seu desejo mais intrínseco. O homem é liberdade. Em outra condição que não seja a liberdade ele é apenas uma posse, um brinquedo, um objeto, e isso é a mesma coisa que estar morto. O ser humano quer amar, mas não sabe; em um caso ama só a si mesmo, em outro caso ama só os outros. Ora, o amor satisfatório está na síntese destas duas coisas, você tem de ter um paraíso diante dos seus olhos, mas também precisa ter um santuário no seu interior, uma cachoeira para você banhar-se, um lugar para você descansar do mundo, rejuvenescer-se, ressuscitar, reviver, revigorar-se, ficar jovem de novo, renovar-se... Um paraiso para você viver e ser.


Edson Carmo
Batalhão de choque
Fonte:http://edsoncarmo-amor.blogspot.com/

17 comentários:

A Madrasta Má disse... [Responder Comentário]

Meu querido estou divulgando o concurso, o qual fui indicada, por favor, se achar
que mereço, vote no meu blog A Madrasta Má através do link http://www.gazetadosblogueiros.com/ obrigada e bjinhos da Madrasta!

Vera disse... [Responder Comentário]

É amigo, eu nunca encontrei um amor de verdade...só falsos amores, que aprisionaram, conquistaram e depois abandonaram!

Vera disse... [Responder Comentário]

Mas, outra coisa, vocçe poderia me contar como se faz este widget que tem com POSTS MAIS RECENTES?
Eu achei muito bom e queria ter um desses no meu blog e ainda compartilhar com os amigos, se você não se importar.E eu te daria os créditos, lógico.
Mas, você também poderia postar aqui no teu blog, como se faz...seria muito bom, Príncipe!
beijossss

Andréia A disse... [Responder Comentário]

Oi meu amigo!!

Tem uma frase que diz assim:
Podes escravisar meu corpo!!
Mas jamais escravisarás minha Alma!!

Beijao

Edna Maia disse... [Responder Comentário]

oi Principe Encantado,

tô com saudades...

encontrei este texto, do mesmo autor, e achei muito inspirador, pois tudo depende do angulo do qual a gente olha para um mesmo problema, você fala de falsidade, mentiras, escravidão, mas veja será que não é o EGO gritando, pois quem ama compreende, é presente, mesmo todos dizendo que isso não é pra você, que é fogo e que acabara se queimando, mas por amor a gente deixa se queimar...

No amor não há ego, porque o amor lança fora o EGO.

Tudo que vem do EGO, pela própria natureza das coisas, é veneno. O EGO é o solo envenenado que contamina toda árvore, desde a raiz até o seu fruto. Se a árvore está plantada em tal solo, mesmo que ela produza uma bela maçã, esta estará envenenada. Se alguém diz lhe amar e o EGO estiver presente, então esse “amor” será possessivo, ele lhe aprisionará. Tal “amor” lutará, criará barreiras, cadeias, algemas, correntes... para que você não se afaste dele. Porque ele depende de você, ele é apenas uma dependência. Se alguém diz amar, mas tem EGO, então este “amor” professado será apenas um fingimento, porque este “amor” não será em nome de uma dádiva incondicional, mas em nome de uma necessidade pessoal. Quando o amor está presente, então o amante não estará preocupado se quem ele ama lhe ama. Seu amor é natural – assim como o fogo é quente. Mesmo que o objeto do seu amor não esteja presente, seu amor continuará quente. Se o amado está presente ou não, o amante continua igual, permanece o mesmo. Se houver mudança, então estará clara a existência do EGO e a ausência do amor. A flor exala o seu perfume, mesmo se não houver ninguém para apreciar, inalar. A flor oferece seu necta, mesmo que não haja abelhas e beija-flor.

fonte: http://edsoncarmo-amor.blogspot.com/2009/11/no-amor-nao-ha-ego-porque-o-amor-lanca.html

Eliana disse... [Responder Comentário]

BOA TARDE, Príncipe

Está inspirado !

Gostei muito deste trecho:

"Ora, o amor satisfatório está na síntese destas duas coisas, você tem de ter um paraíso diante dos seus olhos, mas também precisa ter um santuário no seu interior, uma cachoeira para você banhar-se, um lugar para você descansar do mundo, rejuvenescer-se, ressuscitar, reviver, revigorar-se, ficar jovem de novo, renovar-se... Um paraiso para você viver e ser."

Uma abençoada semana para vocês,
Fiquem com Deus,
Beijos,

Wanderley Elian Lima disse... [Responder Comentário]

Amar é deixar livre, é respeitar a individualidade de cada um, quem cobra não ama.
Abração

António Rosa disse... [Responder Comentário]

Olá Príncipe,

Grandes verdades! Muito interessante a sua visão. Abraço.

carol sakurá disse... [Responder Comentário]

Oi Príncipe!

Amei seu comentário lá no blog!
Certa vez,ouvi que encontramos o amor da nossa vida,não para que ele nos faça feliz,mas para ter o deleite de fazê-lo feliz.

Beijos!

Carol Sakurá

Andréia A disse... [Responder Comentário]

Passei para te dizer que:

Tambem te Gosto muito :D

bjkas

LISON disse... [Responder Comentário]

Saudações!
Amigo Principell,

Não sei não, tudo que eu imagino sobre o tema é que, só dá amor quem tem amor para dar, e pronto. A ponte tem duas vias, geralmente o resto é balela!
Parabéns pelo excelente post!
Abraços fraternos,
LISON.

vovolili disse... [Responder Comentário]

Olá meu amigo Príncipe.

Seu texto é lindo, muito lindo, inspirador!

Mas amigo, entendo que há várias formas de ver o amor. Depende do estado de espírito e do ponto de vista de cada pessoa. O escritor se refere ao amor escravo, através do qual um se anula em razão do outro, gerindo mentiras, falsidades, desgosto e até o desamor.
Vejo o amor de outro ângulo. Pelo ângulo do amor que é troca, é compreensão, é cumplicidade, é liberdade, é comunhão.
Quem ama de verdade, o amor verdadeiro, ama sem cobrança, sem exigência, sem aprisionamento. O amado ou amada tem seu coração aberto para dar liberdade ao outro, pois a felicidade de quem ama consiste na felicidade do outro, na liberdade do outro e não na posse outro.

Carinhoso e fraterno abraço,
Lilian

Nina_p disse... [Responder Comentário]

O verdadeiro amor é livre, sem algemas e correntes presas aos pés. Mas o que o texto diz tem uma verdade... Muitos não sabem amar, ou entregam a alma ao outro, não restando amor próprio e por fim se decepcionam...ou aprisionam o companheiro(a) a tal ponto que realmente acreditam ser um objeto só deles, e fim só haverá de ser desastroso. Bjs

disse... [Responder Comentário]

APRENDI QUE O VERDADEIRO AMOR COMEÇA QUANDO COMEÇAS A AMAR PRIMEIRO OS DEFEITOS DO AMADO E NÃO TENTAR MUDA-LO PQ SENÃO NÃO É AMOR, AMAR UMA PESSOA APENAS PQ ELA É BONITA É FUTLIDADE!!!

BJ

Rosana Madjarof disse... [Responder Comentário]

Príncipe,

Simplesmente Maravilhoso!!!

Já faz alguns que andava pensando sobre os vários tipos de amores, e cheguei a uma conclusão: o amor é algo que não se compra, não se vende, não se cobra... O amor é pura doação, sem cobranças, sem mágoas, sem preguntas, sem respostas...

O amor é a aceitação dos defeitos e das qualidades, e não pode haver cobranças, pois, neste mundo, ninguém é de ninguém, mas todos precisamos uns dos outros.

O verdadeiro amor é isento de ciúme, de desconfiança, de diferenças...

Meu Deus! Meu querido amigo, se fôssemos dissertar sobre o amor e suas várias formas, o conteúdo seria por demais extenso, e acabaríamos escrevendo um livro... rsss

Adorei!

Bjs.

Rosana.

Iúri disse... [Responder Comentário]

Olá Príncipe,

Sem dúvida um ótimo artigo...

Uma vez me disseram que quando se ama, você não procura sua felicidade, mas sim manter a pessoa amada feliz. Tenho utilizado isso como lema, e tem dado muito certo...

PS: O sistema de comentários do meu blog é o Intense Debate, o site é http://intensedebate.com .

A conversão e implantação no Blogspot é fácil. Se tiver alguma dúvida, mande um e-mail para mim que te ajudo.

Grande abraço!

Jânio disse... [Responder Comentário]

Olá amigo.

Essa é uma visão bem interessante do amor, eu diria até meio conservadora.

O amor, para ser verdadeiro, você deve se abrir para o mundo, dar e receber amor, para sentir quem será, de fato, a pessoa escolhida.

É muito comum uma pessoa ficar dividida entre dois amores, as vezes, até mais, isso porque não encontrou de fato alguém em total sintonia.

Nada mais natural que se amar vária pessoas, afinal, esse é o processo natural da busca. Escolher uma pessoa bonita, ou uma pessoa rica, trará muitos desgostos no futuro. A não ser que as duas tenham uma psicologia boa, mas não serão felizes plenamente.

O começo de tudo, na minha opinião, será amizade, confiança ... e por aí a fora.

ABS

Postar um comentário

Leia as regras:

Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

* Seu comentário precisa ter relação com o assunto do post;
* Palavrões e Xingamentos são PROIBÍDOS;
* Em hipótese alguma faça propaganda de outros blogs ou sites;
* Não inclua links desnecessários no conteúdo do seu comentário;
* Se quiser deixar sua URL, deixa no campo "Site/Blog", e nao no corpo da mensagem;
OBS: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog.

 
Site Meter