DESAFETO


A quem diga que o amor se desvanece, Mas não creio
Sou daqueles que prefere acreditar num bem maior
Pois as circunstancias me fazem sentir em dobro, ânsias,
Altercações, dores ou pesar... Prazer, afeto, paz mental.

Não apenas luto em vão contra as minhas próprias alegrias
Não me dilacero apenas por ser ... ser o que sou
Escuro, vazio, misérrimo!
Escondo-me atrás de uma barreira que acho impenetrável
A saber, desfaz-se com um sorriso de criança
Como seda rasga-se em prantos.

Não quero que me compreendam, apenas que me escutem.
Não posso fingir, humilhar, gritar ou lutar, por algo que não sou, ou que não me pertence:
O bem maior que o amor,
o desafeto!


Batalhão de choque
Autor:Fabio Avanz

38 comentários:

Rosan disse... [Responder Comentário]

oi
o desafeto, ou o ódio, penso ser o amor que adoeceu, e quando se curar volta a ser amor...
talvez difícil de entender...mas faz muito sentido.
beijo de luz

ivvy disse... [Responder Comentário]

o desafeto tem que ser passado para trás........para que o amor
ultrapasse os limites e se integre
ao nosso viver!!!!!!!!!!!kisses

Cristina e Márcia disse... [Responder Comentário]

Olá, Príncipe
O amor deve superar todos os sentimentos mesquinhos, para a nossa felicidade...
bjsssssss, Marcia

Zuzanna Musial disse... [Responder Comentário]

"A quem diga que o amor se desvanece, Mas não creio
Sou daqueles que prefere acreditar num bem maior
Pois as circunstancias me fazem sentir em dobro, ânsias,
Altercações, dores ou pesar... Prazer, afeto, paz mental."

"The people say that love fades, but I do not think those who would rather believe a greater good for the circumstances I felt double, anxieties, quarrels, pain or sorrow ... Pleasure, affection, peace of mind."
~~~

Hello Principe,

Thank you for stopping by.
I love your poem...Sounds wonderful!!

Merry Christmas to you and yours!!

Hugs and kisses
From Zuzanna

Cecília disse... [Responder Comentário]

Olá Príncipe!
Acrdito que o mor é um sentimento sublime e deve sempre superar esses sentimentos mesquinhos...

Tenha uma ótima semana!
Beijos

prosasdeoutono disse... [Responder Comentário]

Olá Principe,
Antes de mais obrigado pela sua visita até o "Prosas...". Senti-me muito honrado, e prometo segui-lo.
Quanto ao poema, gostei muito e penso que existe sempre um dilema: O Amor (que leva ao sofrimento)ou o desafecto (sem amor, sem sofrimento por alguém)

Grande Abraço
Alex

Leandra Garcia disse... [Responder Comentário]

Belissímo texto!O que seria do desafeto se não houvesse o amor?Um necessita do outro para existir.
Bjux.

Fernanda disse... [Responder Comentário]

Oiiiiiii... obrigada pela visita!
adorei seu cantinho!!!
^^
volte sempre!!!
um abraço!
=D

Fernanda disse... [Responder Comentário]

ps.: eu acredito que o amor vá embora com o tempo... qdo se desgasta!
estou meio desiludida qto ao amor... rsrsrs!
=P

Principe Encantado disse... [Responder Comentário]

Ferananda ânimo amiga, para cima.
Abraços forte

Principe Encantado disse... [Responder Comentário]

Sou eu que agradeço por você vir até este pequeno espaço.
Abraços forte

Principe Encantado disse... [Responder Comentário]

Brigadão Leandra.
Abraços forte

Principe Encantado disse... [Responder Comentário]

Alex muito obrigado pela visita e comentário.
Abraços forte

Principe Encantado disse... [Responder Comentário]

Cecilia, verdade o amor é o maior dos sentimentos.
Abraços forte

Principe Encantado disse... [Responder Comentário]

Zuzzana esta sentindo sua falta por aqui, é a distância? kakaka
Abraços forte

Principe Encantado disse... [Responder Comentário]

Cristina e Marcia como disse o amor é o maior dos sentimentos.
abraços forte

Principe Encantado disse... [Responder Comentário]

ivvy boa, poucas mais sábias palavras.
Abraços forte

Principe Encantado disse... [Responder Comentário]

Rosan que bom tê-la por aqui, muito obrigado por me prestigiar com sua presença.
Abraços forte

hojeeutoquerendo disse... [Responder Comentário]

Oi Sr. Príncipe...obrigada pela visita e sinta-se a vontade para defender sua raça lá no blog...tá faltando defensores...vcs são muito retraídos ahahaha geralmente os que se sentem mal falam comigo em "off" hahahaah...concordo em partes com a sua poesia, pois mesmo sendo uma pessoa mais do que destruida pelo "amor", lááááá no fundo ahahhaha ainda preservo a esperança de UM DIA dar certo!
bjo sr. príncipe!

Principe Encantado disse... [Responder Comentário]

Brigadão por suas palavras estarei por la logo logo.
Abraços forte

disse... [Responder Comentário]

Deus manda amar nossos inimigos, e esta é uma lição dificil de exrcer porém não é impossivel, podemos começar orando por eles!!! O amor sempre fala mais alto ou ao menos tenta.

bj

Rosana Madjarof disse... [Responder Comentário]

Príncipe,

Que lindo poema!

Se falarmos em amor, se sentirmos o amor, mesmo que haja, por vezes, algum desafeto, esse será destruído pela grandeza do amor, pois nada nem ninguém pode destruir o amor que xiste dentro de nós, mesmo que esse amor não se faça transparecer.

Adorei!

Bjs.

Rosana.

Principe Encantado disse... [Responder Comentário]

hoijeeutoquerendo a esperança sempre nos renova.
Abraços fore

Principe Encantado disse... [Responder Comentário]

Obrigado Rê pos sua visita e comentário.
Abraços forte

Janilton disse... [Responder Comentário]

Amigo Principell,

Quem tem amor de verdade não fica se remoendo com sentimentos inferiores. O desafeto, ódio são para os que não sabe amar de verdade.

Abraços!

Principe Encantado disse... [Responder Comentário]

Janilton obrigado por sua participação e comentário.
Abraços forte

Victor S. Gomez disse... [Responder Comentário]

As pessoas que odeiam muito sempre ficam doentes. Nunca sinta odio, é muito ruim, esqueça deixe para lá, você só tem a ganhar. Abraços

Ana Lucia Nicolau disse... [Responder Comentário]

Oi P)rincipe, esse poema, embora forte e bem escrito me pareceu vir de pessoa com problemas emocionais ...
um bom psicólogo diria....rsrs
abs

Paisagismo digital disse... [Responder Comentário]

Fiquei até com vontade de me arriscar a comentar poeticamente rsrs
Incompleto
Cassou, então, minhas palavras,
Trancou, por fim, a minha boca,
Amarrou, com força, os meus lábios,
Tal como eu fosse uma louca.

Blindou meu velho coração
Em ferro, pedra, corda, aço,
Cortou sem dó minhas asas,
Podou, cruel, o meu espaço.

Aceitei assim minha desdita,
Tornei-me um ser amordaçado.
E meu amor se liquefez.

Restou-me a dor e o silêncio,
Que me vem dessa certeza:
Eu me enganei outra vez.
Regina Motta

Principe Encantado disse... [Responder Comentário]

Regina Motta, muito obrigado por enriquecer mais este post com esse belo poema.
Abraços forte

Principe Encantado disse... [Responder Comentário]

Será Ana?
Abraços forte

Principe Encantado disse... [Responder Comentário]

Victor muito obrigado por sua honrosa presença e comentário.
Abraços forte

Leila Franca disse... [Responder Comentário]

O desafeto a gente ignora e segue a vida olhando pra frente. E quando a gente olha, desapareceu.

LISON disse... [Responder Comentário]

Saudações!
Amigo Principell,
Excelente Post!
Gostei muito do texto em tela, porque é importante refletir... Porém, o Amor é a Lei!
Parabéns pelo excelente post!
Abraços fraternos,
LISON.

Ebrael Shaddai disse... [Responder Comentário]

O poema do autor mostra com sutileza a dualidade fundamental do ser humano e da Natureza. Com luz nos dedos, retrata sua escuridão.

Mas a tal escuridão nã considero malsã ou ruim por si, pois que faz ainda mais resplandecente a Luz do Amor!!

Abçs!!

Jânio disse... [Responder Comentário]

Olá amigo.

Uma verdadeira demonstração de sentimento, muito bom seu texto.

ABS

Sissym disse... [Responder Comentário]

Infelizmente, Sapinho Fofo, existem os desafetos, precisamos aprender a não se importar com isso, perceber nossos valores e valorizar mais aqueles que merecem atenção. Bjs

Anônimo disse... [Responder Comentário]

O desafeto é como uma pedra no caminho,um problema,só que muito maior que os outros,afeta tudo,portanto temos que ter sabedoria para conseguirmos removê-la como se fosse um problema qualquer,uma simples pedra.

Postar um comentário

Leia as regras:

Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

* Seu comentário precisa ter relação com o assunto do post;
* Palavrões e Xingamentos são PROIBÍDOS;
* Em hipótese alguma faça propaganda de outros blogs ou sites;
* Não inclua links desnecessários no conteúdo do seu comentário;
* Se quiser deixar sua URL, deixa no campo "Site/Blog", e nao no corpo da mensagem;
OBS: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog.

 
Site Meter