Por que os filhos estão demorando para sair de casa?

Comparando com épocas anteriores, os filhos de hoje em dia estão demorando cada vez mais para assumirem a própria independência.
Segundo o psicólogo Mauro Godoy, apesar do problema de segurança nas grandes cidades, a maior causa desta mudança está na mentalidade e no comportamento dos pais.
Em países de primeiro mundo, o caminho dos jovens é mais ou menos previsível, pois há recursos suficientes para que ingressem na universidade por volta dos 17 anos, fase que acaba combinando com a saída de casa e com a autonomia.
Já nos países onde não há cobertura social, os pais são obrigados a bancar, conforme suas condições, os tais estudos ou pelo menos fornecer moradia enquanto os filhos tentam conseguir por si mesmos o que precisam. Assim, o caminho da rua vai ficando cada vez mais dramático e longo.
Esta situação vem alimentando potenciais psicológicos que são negativos e merecem ser observados e resolvidos, entre eles:
-A tendência da mãe ver o filho como um “eterno bebê”e desta maneira reforçar as dificultades do jovem;
-As pessoas que têm filhos como quem compra um animal de estimação para se divertir e ter companhia, por isso o crescimento seria um problema e a independência uma traição.
-Ou quem assume o ato de criar filhos como se fosse uma profissão ou ideal de vida.
Antigamente existia o “ritual da bênção”, onde a mãe emprestava o mátrio-poder ao filho que, quando saía, experimentava ser sua própria mãe, depois voltava e devolvia o papel de mãe.
Quando a mãe não “abençoa”o filho, ou seja, não deixa que ele aprenda a cuidar de si sozinho, ele vai ter então duas alternativas: Ou depende eternamente de alugém para cuidar dele ou assume viver sem mãe, quer dizer, abandonado, tornando-se um indivíduo sem asseio, bem estar ou estabilidade emocional.
Portanto, uma mentalidade superprotetora dos pais pode implicar limitação do desenvolvimento dos filhos.
Fonte: COMPANHIA DO SABER

7 comentários:

feromonas disse... [Responder Comentário]

Acho que a maior razão é a econômica...

disse... [Responder Comentário]

Antigamente na minha geração e dos meus irmãos, queriamos sair cedo de casa devido a repressão que tinhamos, no meu caso a violência domèstica foi um dos motivos que me levou a casar com 17 anos!!
Hoje em dia os jovens (falo me baseando aqui em sasa) curtem seus pais com mais liberdade de se expressar, e os pais tbm curtem muito mais seus filhos do que antigamente, eu quando adlescnte nunca ganhei um abraço de carinho de meu pai espontâneamente e se eu dava um abraço nele ele não retribuia o carinho ficava parado estático e isso gerou uma filha fria que não chegava perto dos pais nem para abraçar e nem pra conversar.
Os meu filhos estão sempre em volta da gente, veêm TV,DVD com agente, saimos e curtimos tudo juntos!!!

Creio que issoo!!

Um abraço

Regina

icommercepage disse... [Responder Comentário]

È uma constatação desanimadora, o que mostra que a economia vai se encolhendo, os pais vão sendo coniventes com a situação.

Ja aconteceu algo parecido, ha algum tempo atras, quando a mulher começou a sua independência e houve um aumento da renda do brasileiro, sem significar necessariamente uma melhora na economia.

ABÇS

Djoni Filho disse... [Responder Comentário]

Voce simplesmente falou TUDO em sua postagem.. meus parabens... só por ela me tornei seguidor do seu blog, com todo prazer.

ainda nao sou pai, portanto falo como filho...

quero sair de casa faz temp, por isso vou me ajeitando aos poucos, trabalhando estudando e juntando meu dinheiro... sinto receio do que me esperar no mundo afora, mas sinto que vale apena tentar, e que o perigoso é eu depender o resto da vida deles...

esse lance da mae que voce falou encaixa-se perfeitamente, e praticamente todas as maes sao assim...
tanto que eu sair de casa é traição para ela, que vai se sentir abandonada com minha ausencia...

mas interessante, eles se casaram cedo e tiveram filhos cedo, rs..
.
.
.
otimo post.. se nao se incomodar, passe no meu e avalie a minha postagem tambem.. beijao

http://deliriosdeumsonhador.blogspot.com

Victor S. Gomez disse... [Responder Comentário]

A falta de emprego é um dos fatores principais. Os jovens que se formam não conseguem emprego com facilidade e isso difiulta sua indepêndencia financeira. Abraços

O bEM viVER disse... [Responder Comentário]

Olá,

Vim agradecer o carinho, no meu blog do dihitt.

E sobre os filhos deixaremn a casa dos pais, é bem isso: quando têm oportunidade e as famílias conseguem, é mesmo bom. Eu estou passando por isso e sei o quanto eles adquirem autonomia.

Se quiser, dê uma olhada no meu texto: "sentir falta de alguém", que tem vários comentários me dando forças.
http://obemviver.blogspot.com, marcador: meus sentimentos.

O texto está no dihitt, tbém. E os comentários são outros.

Abraço,

Lena

H. Sousa disse... [Responder Comentário]

Excelente artigo!

Postar um comentário

Leia as regras:

Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

* Seu comentário precisa ter relação com o assunto do post;
* Palavrões e Xingamentos são PROIBÍDOS;
* Em hipótese alguma faça propaganda de outros blogs ou sites;
* Não inclua links desnecessários no conteúdo do seu comentário;
* Se quiser deixar sua URL, deixa no campo "Site/Blog", e nao no corpo da mensagem;
OBS: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog.

 
Site Meter