Síndrome da Alienação Parental

Com o crescente índice de divórcios, crescem também número de conseqüências que a interrupção da família traz. Entre elas, a mais preocupante é a Síndrome da Alienação Parental, o processo de induzir uma criança a odiar um de seus genitores sem justificativa. Quando a síndrome se estabelece, a criança dá sua própria contribuição na campanha de desmoralizar o genitor odiado.
Na grande maioria dos casos, acontece no ambiente que a criança mora, geralmente na casa da mãe, porque é ela que tem a guarda na maior parte das vezes e a síndrome necessita de muito tempo para se instalar.
Mas existem casos encontrados em famílias de pais instáveis, ou em culturas onde tradicionalmente a mulher não tem nenhum direito concreto.
Para a criança, os limites em geral são desenvolvidos através do modelo dos pais. O pai representa os limites práticos e a mãe os emocionais. Havendo conflito entre os pais, estes modelos passam a se chocar internamente, como se um anulasse o outro. Desenvolve-se uma disputa entre a emoção e a razão que pode durar a vida inteira.
Segundo pesquisas desenvolvidas pela Family Courts nos Estados Unidos, os sintomas mais encontrados são da depressão crônica, incapacidade de adaptação em ambientes normais, transtornos de identidade e de imagem, desespero, sentimento incontrolável de culpa, quando se conscientizam da injustiça ao genitor atacado, sentimento de isolamento, comportamento hostil, falta de organização, dupla personalidade e às vezes suicídio. Os mesmos estudos revelam que, quando adultas, as vítimas da Alienação têm inclinação para o álcool e às drogas, e a reproduzir o mesmo processo com os seus próprios filhos.
Reagir diante desta doença significa optar entre dois rumos:
Quando há boa vontade ou o mínimo de cultura entre os envolvidos, pode-se tentar mediar, apontando as características positivas de cada pessoa envolvida, de modo a reverter o processo. Uma dica é não tentar transformar o ódio em amor, mas sim investir no respeito entre as pessoas.
A outra opção é recorrer à justiça, que atualmente está adaptada a esse processo devido ao alto número dessas ocorrências.
Autor:Mauro Godoy

8 comentários:

O bEM viVER disse... [Responder Comentário]

Olá,

Não sei se Mauro Godoy é você, ou o autor do etxto. mas espero saber seu nnome brevemente, pra te chamar por ele.

Olha, como eudcadora, vejo essa síndrome cada vez mais frequente e rotineira. E isso tem preocupado e desgastado de uma maneira, que deixa nós educadores ansiosos. Porque deparamos tanto com aincapacidade de adaptação em ambientes normais,...e penamos, porque não sabemos como lidar e não temos especialistas pra nos encaminhar...Resumindo: é isso, mas tá difícil.

Até mais,

Lena

A Namoradeira disse... [Responder Comentário]

Infelizmente tem pais que cometem esse grande erro.

Independente do que aconteceu, não está correto colocar os filhos contra alguém. É falta de maturidade.

Felizmente por outro lado, como diz, demora para se instalar. Mas mesmo assim...

Anônimo disse... [Responder Comentário]

Oração da amizade...

Jesus, obrigada por tudo com o que o Senhor
me presenteou até agora.
Obrigada pela saúde que não me faltou,pela minha família, pela minha casa,
pelo alimento que nela entrou, pelo trabalho.
Obrigada por tudo o que me deu com amor,como ensinamento.

Ah Senhor....
Quero agradecer especialmente por um ser humano que cruzou o meu caminho.
Este ser humano Jesus,
Tornou-se um grande e eterno amigo...
Uma pessoa que já é tão especial pra mim...
Peço Senhor que ilumine todos os seus passos
e o guarde de todo mal.
Traga sua família sempre unida...
abençoando cada membro dela.
Quero agradecer-lhe Jesus, de todo coração,
Pois entre tudo que ganhei,
Este foi o maior e melhor presente.

Ahh, esqueci de dizer:
A pessoa a quem me refiro é a mesma que está acabando de ler essa mensagem."
Amém...

Edimar Suely
jesusminharocha.blig.ig.com.br

miluzcintila disse... [Responder Comentário]

oi, amigo!

concordo em fazer uma parceria entre nossos blogs; me contate por e-mail - tá no painel blogger.

bj

mirna

planetadablogueira disse... [Responder Comentário]

Podemos ser parceiros sim, vou linkar seu blog no "Tops da Blogosfera", assim cada vez que vc atualizar seu site, o link aparece em destaque.

Também colocarei o banner no tópico parceiros ok??

Abração, desejo sucesso

exoticlic.com disse... [Responder Comentário]

adorei o blog estou te seguindo

exoticlic.com disse... [Responder Comentário]

parceria aceito sim já vou te linkar!

exoticlic.com disse... [Responder Comentário]

linkado com sucesso

=D

Postar um comentário

Leia as regras:

Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

* Seu comentário precisa ter relação com o assunto do post;
* Palavrões e Xingamentos são PROIBÍDOS;
* Em hipótese alguma faça propaganda de outros blogs ou sites;
* Não inclua links desnecessários no conteúdo do seu comentário;
* Se quiser deixar sua URL, deixa no campo "Site/Blog", e nao no corpo da mensagem;
OBS: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog.

 
Site Meter